Colisão em veículo estacionado regularmente: o que fazer? (2024)

Imagina essa cena: você retorna ao local onde estacionou seu carro e, para sua surpresa, nota um amassado ou arranhão que não estava lá antes.

Nessa situação, o que você faz? Uma colisão enquanto o veículo está estacionado regularmente pode ser frustrante, mas não é o fim do mundo.

Este artigo vai guiá-lo passo a passo sobre como proceder nesse cenário.

Fique atento, pois a maneira como você lida com o incidente pode fazer toda a diferença no desfecho da situação.

Mantenha a calma e siga as dicas que temos para você, garantindo que os direitos e responsabilidades de cada parte sejam respeitados.

Colisão em veículo estacionado regularmente: Como devo proceder nesse caso?

Ao se deparar com uma colisão em seu veículo que estava estacionado regularmente, é fundamental agir de maneira prudente e informada.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), existem algumas obrigações e direitos de cada parte envolvida.

Seguir os procedimentos corretos não apenas protegerá seus direitos, mas também garantirá que você não infrinja nenhuma norma legal.

Aqui está um guia passo a passo para lidar com essa situação:

1. Garanta sua segurança e de todos os envolvidos

Antes de qualquer ação, o mais importante é garantir a integridade física de todos.

Mesmo que o veículo estivesse estacionado e não houvesse ninguém dentro dele no momento da colisão, é fundamental verificar se o impacto não causou riscos à estrutura próxima ou se há alguma situação que possa pôr pedestres ou outros motoristas em perigo, como vazamento de combustível ou peças soltas na via.

Mantenha-se a uma distância segura e avalie a situação. Se houver qualquer sinal de risco, acione imediatamente os órgãos de segurança e o corpo de bombeiros.

2. Faça um registro de fotos e vídeos de tudo que aconteceu

Com a segurança garantida, o próximo passo é documentar o incidente. Usando seu smartphone ou câmera, faça fotos e vídeos abrangentes do local.

Certifique-se de capturar diferentes ângulos do seu veículo, do veículo causador da colisão (se estiver no local) e de marcas ou sinais no chão que possam indicar a dinâmica do acidente.

Estas imagens serão cruciais para respaldar sua versão dos fatos perante a proteção veicular, seguradora ou, se necessário, em uma disputa legal.

Registrar a data e hora, bem como condições climáticas e de iluminação, pode ser útil para uma compreensão mais precisa do ocorrido.

3. Existem testemunhas do ocorrido? Troque informações de contato

Em muitos casos, outras pessoas podem ter presenciado a colisão ou os eventos que a antecederam.

Estas testemunhas podem fornecer relatos valiosos sobre o ocorrido, ajudando a esclarecer detalhes que, às vezes, nem mesmo as partes diretamente envolvidas percebem.

Se houver alguém por perto que tenha visto o acidente, aproxime-se educadamente e peça para que compartilhem o que viram.

É vital obter os detalhes de contato dessas testemunhas: nome completo, número de telefone e, se possível, endereço de e-mail.

Essas informações podem ser de extrema importância caso haja a necessidade de comprovar sua versão dos fatos posteriormente.

4. Verifique se há câmeras no local

Nos dias de hoje, as câmeras estão em todos os lugares.

Olhe ao redor em busca de câmeras de vigilância. Elas podem estar em estabelecimentos comerciais próximos, postes de luz ou até mesmo em residências.

Se identificar alguma câmera que possa ter captado o momento da colisão, anote sua localização.

Em seguida, tente conversar com o responsável pelo local onde a câmera está instalada. Explique a situação e pergunte se é possível ter acesso às imagens.

Muitas vezes, essas filmagens podem ser a chave para identificar o veículo e o motorista responsável pelo dano.

Se o acesso às imagens for negado, anote os detalhes e informe à polícia ou ao seu advogado, que poderão solicitar formalmente.

5. Abra um boletim de ocorrência

Após garantir a segurança de todos e coletar todas as evidências possíveis, o próximo passo é registrar oficialmente o ocorrido.

Em casos de colisões, especialmente quando há danos materiais, é essencial abrir um boletim de ocorrência (BO) na delegacia mais próxima ou através de plataformas online disponíveis em alguns Estados.

O BO é um documento que relata formalmente o incidente às autoridades e pode ser requerido pela sua proteção veicular ou seguradora ao avaliar o acidente.

Ao preencher o BO, seja claro e preciso sobre os detalhes do acidente, utilizando as fotos, vídeos e depoimentos de testemunhas para garantir que o registro seja o mais fiel possível ao que realmente aconteceu.

6. Tente entrar em um acordo amigável com o dono do outro veículo

Uma vez que as evidências tenham sido coletadas e a situação esteja sob controle, se o responsável pela colisão estiver presente ou puder ser identificado, tente uma abordagem amigável.

Muitas situações podem ser resolvidas sem a necessidade de envolver instâncias superiores ou processos judiciais.

Mantenha a calma, explique os danos observados e apresente as evidências, se necessário.

Se ambas as partes estiverem dispostas, um acordo amigável pode ser a solução mais rápida e menos estressante.

No entanto, certifique-se de documentar qualquer acordo feito, seja através de uma declaração escrita ou até mesmo uma gravação de áudio, para garantir que ambas as partes cumpram o acordado.

7. Entre em contato com sua proteção veicular ou seguradora

Independentemente do desfecho da conversa com o responsável pela colisão, é fundamental informar o ocorrido à sua proteção veicular ou seguradora o mais rápido possível.

Eles fornecerão orientações sobre os próximos passos a serem seguidos e os procedimentos necessários para a avaliação dos danos e possíveis reparos.

Tenha em mãos todos os registros feitos - como fotos, vídeos e informações de testemunhas - pois eles poderão ser solicitados.

Além disso, o boletim de ocorrência é frequentemente requerido como prova do incidente. Agir de maneira proativa e fornecer todos os detalhes necessários facilitará o processo de avaliação e, consequentemente, a resolução do imprevisto.

Agora que você sabe como agir quando ocorre uma colisão de veículo estacionado regularmente, como você deixa seu carro protegido em primeiro lugar?

Aqui está a resposta:

Como proteger seu carro contra batidas, colisões e outros imprevistos

Uma das maiores preocupações dos proprietários de veículos é garantir que seu bem esteja sempre protegido contra os inúmeros riscos que o trânsito impõe.

E quando o assunto é proteção veicular, é impossível não mencionar a crescente popularidade e aceitação das associações de proteção veicular como uma opção mais viável em relação aos seguros tradicionais.

Mas por que essa modalidade vem conquistando tantos adeptos? Vamos entender suas vantagens:

Cobertura completa e abrangente contra batidas e outros imprevistos: A proteção veicular frequentemente oferece uma ampla gama de coberturas, que vão além das batidas e colisões. Isso pode incluir roubo, furto, incêndio, danos causados por fenômenos naturais (como enchentes e quedas de árvore), além de assistência 24h em casos de pane ou necessidade de guincho. Em outras palavras, oferece uma proteção holística do seu automóvel contra as mais diversas adversidades.

Não faz análise de risco ou do perfil do condutor: Enquanto as seguradoras tradicionais baseiam suas tarifas em uma análise detalhada do perfil do motorista - considerando idade, experiência de condução, histórico de acidentes, entre outros -, as associações de proteção veicular operam de maneira diferente. Elas não discriminam ou alteram valores com base nessas características. Para ilustrar, isso significa que um jovem de 18 anos, recém-habilitado, não pagará uma taxa mais alta apenas por se encaixar em um perfil estatisticamente mais arriscado. O valor na proteção veicular varia apenas de acordo com a Tabela Fipe do seu carro.

Não faz verificação de nome sujo no SPC e Serasa: Ao contrário das seguradoras convencionais, que podem recusar ou encarecer a proteção para aqueles com restrições de crédito, as associações de proteção veicular não consultam órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. Em termos práticos, isso significa que um indivíduo com pendências financeiras ou dívidas passadas não será impedido de proteger seu veículo ou enfrentará taxas exorbitantes por conta disso.

Além de todas essas vantagens, o processo de adesão à proteção veicular é simples e desburocratizado, facilitando o acesso de todos os motoristas a essa modalidade de proteção.

Por essas razões, a proteção veicular se apresenta como uma opção mais barata e acessível para a maioria dos motoristas, o que justifica sua crescente popularidade no Brasil.

Se você busca uma solução eficaz, econômica e sem complicações para proteger seu veículo, vale a pena considerar essa alternativa.

Quer proteger seu carro contra batidas, colisões e imprevistos de maneira mais econômica? Veja como fazer isso com a INNOVE por um valor até 40% mais barato que seguro

Na busca constante por soluções mais eficientes e econômicas para proteger seu veículo, a INNOVE surge como a resposta ideal para muitos motoristas brasileiros.

Não só pelo fato de proporcionar uma economia de até 40% em relação aos seguros tradicionais, mas também pelas inúmeras vantagens que já destacamos anteriormente.

A INNOVE não só garante uma cobertura abrangente para os mais variados imprevistos, como também oferece uma proposta inclusiva, sem análise de perfil do condutor ou consulta a órgãos de proteção ao crédito.

Nosso compromisso é com a sua tranquilidade e a proteção do seu bem, independente de quem você seja ou de seu histórico.

O processo de adesão é simples, rápido e descomplicado. Em poucos passos, você pode garantir uma proteção de excelência para o seu veículo e, o melhor, sem pesar no bolso.

Não perca mais tempo com soluções caras e burocráticas. Escolha a INNOVE e faça parte do crescente grupo de motoristas que optaram pela eficiência, economia e tranquilidade.

Proteja seu veículo agora e dirija com a tranquilidade que só a INNOVE pode proporcionar. Clique aqui e converse com um dos nossos consultores.

Faça a escolha inteligente. Faça a escolha INNOVE.

Conclusão

A segurança do seu veículo é uma preocupação legítima e, em meio a uma variedade de opções disponíveis no mercado, a proteção veicular tem se destacado como uma alternativa eficaz e econômica.

O diferencial da proteção veicular, especialmente de associações como a INNOVE, é a capacidade de combinar eficiência, acessibilidade e economia, tornando a experiência de proteger seu veículo menos onerosa e mais inclusiva.

Com benefícios claros e vantagens em relação aos seguros tradicionais, não é surpresa que sua popularidade continue crescendo no Brasil.

Para saber como funciona a nossa proteção, clique aqui para fazer uma cotação e um de nossos consultores irá analisar os dados do seu carro e te falar como deixar ele protegido da melhor forma.

No final das contas, o mais importante é garantir que seu veículo esteja protegido contra qualquer eventualidade.

É essencial ter a certeza de que, em momentos críticos, você terá o apoio e a cobertura necessários.

Dada a relação custo-benefício e a simplicidade do processo, a proteção veicular se consolida como uma opção altamente recomendável para quem busca tranquilidade ao volante.

 

CONHEÇA NOSSAS UNIDADES
INNOVE CLUBE DE BENEFÍCIOS / CNPJ: 26.563.543/0001-00
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram